«Uma proposta de “fraternidade cívica” como solução para Portugal que espantará o leitor pela originalidade»M. Real

Como Sobreviver a Portugal

continuando a ser Português

Gabriel Magalhães

Um ensaio provocatório. Uma análise impiedosa dos nossos defeitos. Uma obra polémica que não deixará ninguém indiferente, mas deixará cada um pensar sobre quem somos e, principalmente, quem queremos ser, como povo e como indivíduos.   Numa altura em que a troca de ideias se espartilha em um...
COMPRAR 15,40€ P.V.P:
CARACTERISTICAS GERAIS:
  • n° PAGS:160
  • ISBN:978-989-657-562-5
  • DIMENSÃO:15,5 x 23,5
EXCERTO do 1? CAPÍTULO:
«Uma das maiores derrotas da nossa Terceira República, inaugurada com o 25 de Abril, esse canteiro de flores da nossa história, consiste no seguinte: olhamos lá para cima, para os tronos e potestades do país – e vemos uma fauna de gente poderosa, uma zoologia de políticos, banqueiros, jornalistas e homens de negócios que controlam o jogo de xadrez lusitano. Perante eles, nós, banais Portugueses, pouco podemos. É claro que uma pessoa, se quiser, se entretém a resmungar intensamente. Mas tais desabafos não mudam a ordem das coisas: eles estão lá acima, invulneráveis, reproduzindo-se, e nós vivemos cá em baixo, penando tristemente as nossas vidas.
Esta impressão de uma injustiça estrutural que macula a nação é muito viva na maioria dos Portugueses deste momento. É como se, nas alturas mais altas do país, existisse uma cidadela que tem muito de castelo de senhor feudal: um âmbito privilegiado, com muralhas, onde não entra quem quer. Por isso mesmo, tantos Portugueses têm a sensação de viverem exilados no seu próprio país. Falam – e não os ouvem. Movem-se, agitam-se – e não chegam a lado nenhum. A vida constitui um pesadelo kafkiano em que nós somos os agrimensores, e eles, os habitantes do castelo, mandam no país inteiro.»
Description image
DESCARREGAR:
SOBRE o AUTOR:

Gabriel Magalhães

Tendo vivido uma parte considerável da sua vida em Espanha, alguns dos seus trabalhos literários foram escritos em castelhano e publicados no país vizinho: estão neste caso as crónicas que aparecem mensalmente no diário La Vanguardia, de Barcelona,... VISITAR PAGINA SOBRE O(a) AUTOR(a)

SE GOSTOU DESTE LIVRO, NÃO PODE DEIXAR DE LER:

COMENTAR

 

ENVIAR a um AMIGO!

Recomendar o livro "Como Sobreviver a Portugal"

Preencha correctamente todos os campos do formulário abaixo.

Obrigado pela sua recomendação!

A sua mensagem foi enviada com sucesso.